AES Tietê investe R$ 2,8 milhões em estufa de LED

P&D financiado pela empresa prevê sistema de iluminação em diferentes cores e potência para fazendas verticais urbanas

A AES Tietê anunciou nesta quarta-feira, 19 de agosto, que está investindo R$ 2,8 milhões no projeto de uma estufa urbana à base de LED, no intuito de reduzir desperdícios e custos envolvidos no transporte alimentício, além de melhorar o aproveitamento de áreas de cultivo como essa. A iniciativa está sendo tocada pela área de Inovação da empresa em parceria com a CSEM Brasil e BeGreen.

As chamadas fazendas verticais são espaços destinados ao cultivo de hortaliças e verduras em locais subaproveitados nos centros urbanos. O projeto tem duração de 24 meses e possibilitará a aplicação de diferentes cores, intensidade e potências de iluminação que contribuem para o volume do alimento produzido e na determinação do “ponto-ótimo” para colheita, diminuindo os custos de energia e automatizando as plantações.

“Enquanto incentiva a descentralização da produção de alimentos, mais próxima ao ponto de consumo, esse projeto preza também pela descarbonização da cadeia ao reduzir as emissões com o transporte, além de diminuir o uso de defensivos agrícolas.” explica Julia Rodrigues, coordenadora de P&D e Inovação da companhia.