Neoenergia avança com obras de parques eólicos no sertão paraibano

Complexo Chafariz (471 MW) teve entregas antecipadas no primeiro semestre

A construção do Complexo Eólico Chafariz no sertão paraibano avança com 14,11% dos serviços executados pela Neoenergia, percentual acima do previsto pela empresa para o primeiro semestre. Assim, 39,26% das obras civis e 2,39% das atividades de redes estão concluídas, com os 15 parques devendo entrar em operação em 2022, com potência para gerar 471,2 MW.

Segundo a companhia, os últimos trabalhos envolveram serviços de terraplanagem, pavimentação e drenagem em dois canteiros de obras da empresa. Para as fundações dos 181 aerogeradores, foram iniciadas plataformas e realizadas escavações e concretagem.

No cluster Norte, foram concluídos 34,04% dos acessos, enquanto as atividades das fundações dos aerogeradores chegaram a 31,31%. No projeto ao Sul são 43,09% dos acessos e 19,80% das fundações das turbinas já instaladas. Os parques ficam na região do município de Santa Luzia, localizados na divisa entre Paraíba e Rio Grande do Norte.

Investimentos em renováveis – Além do Complexo de Chafariz, a Neoenergia implementando o Complexo de Oitis, com 12 parques eólicos entre o Piauí e a Bahia, somando 566,5 MW, sendo 96% da energia comercializada no mercado livre.

Atualmente estão em operação pela empresa 17 parques pela Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte. Com o crescimento, a previsão do grupo é de que a capacidade instalada total das eólicas seja de 1,5 GW até 2022, perfazendo um portfólio de 90% de geração limpa, entre usinas hídricas e eólicas.