Aneel libera operação de UHE inundada em março

Agência também restabeleceu a operação comercial da PCH Lambari (MG - 4,5 MW)

A superintendência de fiscalização dos serviços de geração da Aneel decidiu nesta quinta-feira, 17 de setembro, retomar a operação comercial das turbinas UG1 a UG4 da hidrelétrica Neblina (6,4 MW), suspensas desde 6 de março por conta da inundação das casas de força após fortes chuvas e a cheia do rio Manhuaçu, na altura de Ipanema (MG), onde opera a usina outorgada à Cemig Geração Leste.

Outro restabelecimento comercial anunciado pelo regulador no dia foi para duas unidades da pequena central hidrelétrica Lambari (4,5 MW), desativadas desde 25 de agosto no município de Sul Brasil (SC). A PCH pertence à empresa Mauê Geradora e Fornecedora de Insumos e o processo corre em sigilo na Agência. As decisões acima foram publicadas no Diário Oficial da União, por meio dos despachos nº 2.680 e 2.679.