Governo do RS abre data room para privatização da CEEE-D

Espaço traz informações sobre estatal e dará suporte para interessados avaliarem distribuidora

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul da última terça-feira, 15 de setembro, o aviso de abertura pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura de data room – a sala de informações  – do processo de desestatização da CEEE-D. O espaço é exclusivo para interessados em adquirir a companhia. O ambiente digital traz uma série de documentos referentes à empresa, com o objetivo de dar suporte e permitir que os interessados façam a sua avaliação do valor da distribuidora. Esses documentos foram coletados e subsidiaram a elaboração de relatórios durante os estudos do processo de privatização.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, com a abertura do data room, o processo de privatização avança para a etapa de pós-estudos, em que diagnósticos, premissas, cenários e modelagem da companhia poderão ser compartilhados com interessados em adquirir o controle acionário, seguindo as boas práticas de mercado aplicadas a processos como esse. A CEEE-D é o projeto de privatização em estágio mais avançado. Em 2 de julho de 2019, a Assembleia Legislativa autorizou o Poder Executivo a promover medidas de desestatização da CEEE. A partir da autorização legislativa, o BNDES foi contratado pelo governo do Estado para conduzir o processo de privatização das empresas do grupo.

A partir de agora estão previstas visitas e reuniões técnicas com os possíveis interessados em adquirir o controle da empresa, para que estes conheçam os detalhes técnicos, jurídicos, contábeis, atuariais e demais áreas para avaliar o valor da CEEE-D. Para dar mais visibilidade e interação com os grupos interessados, há previsão de road show, bem como audiência pública para comunicar e dirimir dúvidas da sociedade. Nos meses seguintes, ocorrerá o leilão e posterior liquidação e transferência de controle.

Informações relevantes, como manual para procedimentos das diligências serão encontrados no site da Secretaria do Meio Ambiente te, que passará a comunicar as principais informações sobre as privatizações das estatais na área de energia, para que a sociedade gaúcha possa acompanhar os processos.