Importação de inversores cresceu 128% até julho, diz Greener

Importação de módulos subiu 93% no período na comparação com o ano anterior

Estudo feito pela Greener mostra que o volume de inversores solares importados atingiu 2,46 GW no primeiro semestre de 2020. O valor representa um aumento de 128% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o estudo, em 2020 observou-se uma mudança no perfil com o qual os portes de inversores estavam evoluindo. Houve um aumento na faixa de inversores de 10 a 50 kW e diminuição de inversores de potência superior a 50 kW.

Das 61 marcas presentes no mercado de inversores até 9,9 kW, as que estão na dez primeiras posições abocanharam 74% do total importado. Já para os equipamentos de potência entre 10kW e 49,9kW, das 42 marcas presentes no mercado nesta categoria  o top 10 ficou com 81% do total importado.

Quanto aos módulos fotovoltaicos, o volume importado nos seis primeiros meses do ano ficou em 2,49 GW. Apesar de uma queda no volume importado pelo segundo trimestre consecutivo, houve um aumento de 93% no primeiro semestre de 2020 com relação ao mesmo período do ano anterior. Os nacionais representaram 4,4% do mercado no primeiro semestre de 2020. No ano todo de 2019 este índice foi 3%.

Módulos PERC representaram 54% do total importado no segundo trimestre de 2020. No mesmo período do ano anterior, este valor foi 27%. Entre as 64 marcas presentes no mercado neste período, as dez maiores foram responsáveis por 86% do total importado.