São Paulo deve estudar a privatização da Emae

Conselho do programa de desestatização vai recomendar estudos ao governo estadual

A Emae informou, em comunicado ao mercado, na última terça-feira, 29 de setembro, que o conselho diretor do Programa Estadual de Desestatização deliberou por recomendar ao governador de São Paulo que autorize a secretaria estadual da Fazenda e Planejamento contratar estudos e serviços necessários à alienação das ações de titularidade da administração pública estadual na Emae.

A empresa afirmou que manterá o mercado informado a respeito dos desdobramentos do assunto.