Consumo de energia tem primeiro crescimento do ano, afirma EPE

Demanda de 39.122 GWh em agosto aumenta em relação a 2019 puxada pelas residências e pela classe industrial, que registra a primeira alta desde abril

O consumo de energia elétrica no Brasil  chegou a 39.122 GWh durante agosto, crescimento de 1,4% em relação ao mesmo período do ano passado e que representa a primeira variação positiva registrada em 2020, afirma o levantamento mensal da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), divulgado na última quarta-feira, 30 de setembro, que mostra o consumo acumulado em 12 meses com 471.235 GWh, queda de 1,6%.

Com alta de 7,9%, as residências do país puxaram a demanda no mês, seguida pela classe industrial, que registrou seu primeiro aumento no consumo desde abril, chegando a 2,3%. Em outro sentido, atividade comercial variou 9,9%, permanecendo influenciada pelas medidas de distanciamento social, ainda que com uma taxa negativa mais branda do que as dos quatro meses anteriores.

Na análise regional, sobressaíram-se os avanços de 2% no Sudeste, 5,3% no Norte e 3,2% no Centro-Oeste. Quanto às modalidades de contratação de energia, enquanto o mercado livre apresentou elevação de 5,6% no mês, o consumo cativo das distribuidoras recuou em 0,9%.