Estudo sobre integração de renováveis variáveis será divulgado em webinar

Levantamento será lançado no dia 30 de outubro e acontece em parceria entre MME, ONS, EPE e no âmbito da Cooperação Brasil Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável

Com uma participação cada vez maior na matriz elétrica brasileira com suas características de sustentabilidade, custos competitivos e mínima emissão de gases de efeito estufa, as fontes renováveis, sobretudo eólica e solar, foram objeto de um estudo promovido pelo Ministério de Minas e Energia (MME) em parceria com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), e que será lançado no dia 30 de outubro.

O trabalho aborda a integração das renováveis variáveis sob a óptica dos aspectos tecnológicos, de procedimento de rede, estudos energéticos, elétricos, metodológicos e de ferramentas de planejamento e operação, sendo realizado no âmbito da Cooperação Brasil Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável e do Programa Sistemas de Energia do Futuro, que tem a coordenação do MME e do Ministério para Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ).

A pesquisa inclui também resultados de um estudo de caso hipotético em que analisa a questão eletroenergética do SIN para um horizonte futuro, sob o prisma da segurança e confiabilidade, utilizando metodologias e ferramentas analíticas de estado-da-arte sob o paradigma da massiva inserção dessas fontes na matriz. O projeto foi executado pelo consórcio internacional formado pelas empresas Lahmeyer International, Tractebel Engie e PSR.

A inscrição para o webinar de lançamento do estudo pode ser feita nesse site.