GNA chega a 20 milhões de horas trabalhadas sem acidentes

Resultado é fruto da cultura de segurança e prevenção de acidentes praticada diariamente pelos colaboradores, sócios e parceiros, em mais de dois anos e meio de obras

A Gás Natural Açu (GNA) alcançou em outubro a marca de 20 milhões de horas trabalhadas sem acidentes com afastamento de colaboradores e parceiros nas obras do seu parque termelétrico em construção no Porto do Açu, no Norte do Fluminense. Já considerado um benchmark na indústria, o resultado é fruto de uma cultura de segurança e prevenção de acidentes praticada diariamente pelos colaboradores, sócios e parceiros, em mais de dois anos e meio de obras.

Durante esse período, cerca de 11 mil trabalhadores passaram pelo projeto em diferentes turnos, sendo contemplados com a rotina dos Diálogos Diários de Segurança (DDS), treinamentos, além de campanhas visando disseminar os procedimentos de segurança no trabalho.

Segundo a companhia, os trabalhos estão praticamente finalizadas, restando depois as etapas de comissionamento da Termelétrica GNA I (1,3 GW), do Terminal de GNL, que tem capacidade para movimentar 21 milhões de m³ de gás natural por dia, da subestação de conexão da rede básica e da linha de transmissão de uso restrito.

Albert Einstein – O head de Sustentabilidade da GNA, João Teixeira, acrescentou que, mesmo na fase final das obras, mas diante da pandemia, a companhia e suas empresas contratadas optaram por requerer a consultoria do Hospital Albert Einstein para avaliar o Plano de Contingência e os Protocolos de Saúde e Segurança, a fim de assegurar a saúde das equipes e minimizar as possibilidades de contágio pela Covid-19.

(Nota da Redação: matéria alterada às 11:42 horas do dia 26 de outubro de 2020 para correção de informação)