Mercado fio da Copel recua 2,8% no terceiro trimestre

Empresa vê recuperação da demanda em setembro, venda total de energia do grupo Copel aumentou 8,7% no período

O mercado fio da Copel, que soma a energia distribuída no mercado regulado e livre, caiu 2,8% no terceiro trimestre do ano, passou de 7.342 GWh para 7.135 GWh. Apenas a demanda no ACL que apresentou aumento quando comparado ao mesmo período de 2019, expansão de 0,7%. O ACR recuou 4,8%. Esse resultado, explicou a estatal, influenciado pelos resultados negativos dos meses de julho e agosto em decorrência da redução da atividade econômica em diversas áreas em função dos efeitos da pandemia da covid-19.

A classe residencial consumiu 1.878 GWh entre julho e setembro de 2020, registrando um crescimento de 5,7%, resultado das medidas de isolamento social implementadas a partir da segunda quinzena de março, o que motivou as pessoas a permanecerem mais em suas casas no período. No terceiro trimestre de 2020, essa classe representou 42,2% do consumo do mercado cativo, totalizando 3.911.289 consumidores no final de setembro de 2020.

A classe industrial registrou queda de 12,4%, reflexo da retração da economia por conta da pandemia e também da migração de clientes para o mercado livre, os quais representariam o consumo médio de aproximadamente 85 GWh no trimestre. Ao final de setembro de 2020, a classe industrial representou 12,9% do consumo do mercado cativo, com 70.936 consumidores. A classe comercial consumiu 909 GWh no 3T20, redução de 16,1%.

No acumulado do ano os indicadores estão nesse mesmo patamar. Enquanto o mercado total recuou 2,7% até o fechamento de setembro ante 2019, o ACR apresentou queda de 3,9%. O mercado livre, contudo, caiu 0,7% em nove meses, enquanto o consumo de concessionárias e permissionárias aumentou 2,3%.

Apesar desses índices, a Copel informou que “o consumo de energia registrado em setembro de 2020 indica uma tendência positiva, recuperando-se para os níveis anteriores à pandemia, após quedas mensais sucessivas”.

O fornecimento de energia elétrica da Copel, que representa o volume de energia vendido aos consumidores finais e é composto pelas vendas no mercado cativo da Copel Distribuição e pelas vendas no mercado livre da Copel Geração e Transmissão e da Copel Mercado Livre, registrou crescimento de 0,6% entre julho e setembro de 2020.

O total de energia vendida pela Copel, composto pelas vendas da Copel Distribuição, da Copel Geração e Transmissão, dos Complexos Eólicos e da Copel Mercado Livre em todos os mercados, atingiu 13.914 GWh no terceiro