Celesc aprova emissão de debêntures para ampliar PCH

Empresa autorizou a captação de R$ 37 milhões por meio de debêntures incentivadas

O conselho de administração da Celesc aprovou em reunião extraordinária a captação de R$ 37 milhões para a ampliação da PCH Celso Ramos. A elétrica recorrerá à emissão e distribuição de debêntures incentivadas simples, não conversíveis em ações, nos termos da ICVM 476.

A emissão terá o Banco ABC Brasil como estruturador e coordenador da operação. O prazo é de 120 meses, sendo o pagamento das amortizações semestrais, ocorrendo a partir do 36º mês, juros remuneratórios a serem definidos em processo de bookbuilding e que deverão ficar em uma fixa de IPCA+4,30% a.a. ou NTN-B 2028+1,10% a.a., com pagamentos semestrais sem carência.