Covid-19: Siemens e Furnas anunciam doações para o SUS

Recursos serão utilizados para serviços, fornecimento de equipamentos, EPIs, kits de higiene e suprimentos hospitalares

As empresas de Infraestrutura e Indústria da Siemens no Brasil, Siemens Energy, Siemens Mobility e Siemens Healthineers, uniram esforços com a Fundação da multinacional para viabilizar a doação de R$ 4,3 milhões em serviços, soluções, equipamentos e parcerias que visam suportar o sistema de saúde público brasileiro. As doações foram destinadas para o Ministério da Saúde e a Fiotec, uma organização da FioCruz baseada no Rio de Janeiro, além de hospitais filantrópicos localizados nas regiões Norte e Sudeste, beneficiando cerca de 1,5 milhões de pessoas.

Para a pasta da Saúde foram disponibilizados serviços de instalação, treinamentos e garantia para 30 tomógrafos, juntamente com quadros de força para os equipamentos de diagnóstico por imagem. Outra contribuição é voltada à entrega de produtos de seu portfólio, como equipamentos de baixa voltagem e automação para as instalações da Fiotec, incluindo seu Centro de Testagem.

Por meio da Fundação Siemens, as organizações também contribuíram para o projeto Salvando Vidas, idealizado pelo BNDES. O valor arrecadado foi utilizado para a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e suprimentos como aventais, luvas, álcool gel, máscaras e toucas para 19 hospitais localizados em cidades da região Norte do Brasil, em Campos de Goytacazes e São João da Barra, ambas no Rio de Janeiro, e em Jundiaí, interior de São Paulo.

Uma parte do valor total recebido pelo Banco foi capitaneado pelos próprios colaboradores das empresas, por meio da campanha de financiamento coletivo Juntos Contra o Coronavírus, que contou com um aporte inicial da Fundação, que utilizou o conceito de matchmaking, no qual a cada R$1 doado a organização doa mais R$1.

Já os colaboradores de Jundiaí produziram cerca de 800 protetores faciais, direcionados para a prefeitura da cidade. Além disso, o time técnico da área de Tecnologia Predial disponibilizou suporte aos hospitais, hotéis e outros tipos de edificação de clientes e parceiros que tiveram que realizar adaptações para receber pessoas com diagnóstico confirmado para a Covid.

SUS receberá 4 milhões em equipamentos e kits até janeiro

Por sua vez a elétrica Furnas afirmou que vai doar quase 4 milhões de equipamentos de proteção individual (EPI) entre novembro até janeiro do ano que vem para 30 hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) em 20 cidades de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Mato Grosso.

A iniciativa também integra o projeto Salvando Vidas, que irá direcionar um total de 5,8 milhões de EPIs para 32 municípios em que a companhia está presente, para comunidades próximas às instalações da empresa no Espírito Santo, Ceará, Tocantins e no Distrito Federal.

“Com as ações em julho somadas às entregas já realizadas foram aproximadamente 4.500 famílias beneficiadas com doações de kits de higiene e cestas básicas e 51.500 máscaras de proteção individual, além de 46 hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com a doação de cerca de 6 milhões de EPIs”, ressalta Marcos Machado, gerente de Responsabilidade Sociocultural de Furnas.

A entrega dos kits foi realizada a partir do contato com mobilizadores indicados pelos gerentes de algumas instalações da companhia. Foram identificados municípios prioritários a partir do contato com as lideranças comunitárias e representantes de cooperativas nos polos de Campinas (SP), Furnas (MG), Goiânia (GO), Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ), além de Serra (ES) e Ivaiporã (PR).

Já a entrega dos equipamentos de proteção individual é feita por meio do projeto do BNDES, com as luvas, aventais, toucas máscaras e insumos sendo entregues a hospitais e Santas Casas que recebem pacientes do SUS. Já as máscaras de proteção em tecido, doadas a comunidades, foram compradas de projetos sociais e doadas para colaboradores e comunidades do entorno, além de compor os kits de higiene distribuídos.