EDP Smart lança plataforma voltada a veículos elétricos

Aplicativos comparam custo-benefício de veículos elétricos e convencionais utilizando dados de deslocamento do motorista

A EDP Smart, subsidiária da EDP Brasil, lançou dois canais em suas plataformas digitais que calculam a relação custo x benefício, incluindo os ambientais, entre os modelos de veículos convencionais ante os elétricos e os ganhos ambientais de uma eventual troca.

De acordo com o comunicado da empresa, o app EDP ev.X, esta disponível nos sistemas Android e iOS. Entre as funcionalidades, analisa o comportamento do usuário em seus deslocamentos diários, calcula e compara os custos gerados por veículos comuns e elétricos. No site da EDP Smart também terá uma página dedicada aos comparativos, gerados a partir dos dados do tipo de veículo e do consumo para fazer a simulação.

O proprietário insere as informações sobre o veículo que possui e o carro elétrico de seu interesse. Ao fim de um mês, por exemplo, o motorista consegue saber qual seu gasto total com o veículo, bem como suas emissões de CO2, quantidade de recargas e o comparativo caso estivesse usando o veículo elétrico escolhido.

O aplicativo está disponível para download gratuito. Em Portugal essa ferramenta já é disponibilizada e para operar no Brasil, o aplicativo teve de passar por adaptações para considerar variáveis como uso de etanol (não utilizado em larga escala na Europa), moeda, valores de mercado e modelos de carros disponíveis.

No site há um simulador de potencial econômico no qual o interessado pode inserir os dados acerca de quilometragem e gastos com diferentes combustíveis e portes de veículos para ter uma estimativa de custos em comparação com um veículo elétrico. Neste caso, proprietários de carros com computadores de bordo podem utilizar a ferramenta para fornecer dados mais precisos. A ferramenta realiza os cálculos com dados de preços médios de combustíveis no Brasil para fazer as simulações, mas o usuário pode ajustar esses dados na primeira tela da simulação.

No médio prazo, diz a empresa, o EDP ev.X poderá servir como base de dados para que tenha conhecimento acerca do potencial mercado de compradores de veículos elétricos e mapas de calor com trajetos utilizados. E assim, ter terá mais insumos para planejar a instalação de seus postos de carregamento público, tal como acontece na Europa.

A companhia explica que a eletrificação da mobilidade é um eixo da estratégia do Grupo EDP. O compromisso global é de eletrificar 100% da sua frota de carros até 2030, assim como trabalhar para o desenvolvimento de novas ofertas e soluções comerciais que promovam a transformação da matriz energética. A

Ao todo, a EDP possui um investimento de cerca de R$ 50 milhões, via Fundo de P&D, recursos próprios e de parceiros, em projetos de mobilidade elétrica aprovados em Chamada Pública da Aneel sobre o tema. O principal deles, iniciado no fim de 2019, refere-se à implementação de 30 novas estações de recarga de automóveis que vão cobrir o estado de São Paulo e conectar os principais corredores elétricos do País, interligando a capital paulista a Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba e Florianópolis. É o primeiro e maior projeto da América do Sul de instalação de carregadores ultrarrápidos (150kw e 350kw). O empreendimento terá um investimento de R$ 32,9 milhões e vai conectar 64 pontos de carregamento, formando um corredor com mais de 2.500 quilômetros de extensão.