Distribuidoras montam planos de operação para eleições municipais

Companhias realizaram inspeção preventiva da rede e preparam equipes técnicas em pontos estratégicos para os locais de votação e apuração no próximo domingo (15)

Com a chegada das eleições municipais no próximo domingo, 15 de novembro, algumas distribuidoras de energia elétrica anunciaram seus planos de operação e atendimento, que incluem inspeção e manutenção preventiva nas subestações e redes de distribuição além da mobilização de contingentes de profissionais para garantir o pleno fornecimento durante o período eleitoral, que pode se estender para o último domingo do mês caso haja segundo turno.

Na capital paulista e em 23 cidades do estado a Enel irá direcionar iniciativas prioritariamente para os locais de votação e de transmissão de dados do Tribunal Regional Eleitoral, mantendo equipes de plantão em pontos estratégicos e disponibilizando um técnico na sede do TRE para monitorar e prestar suporte em eventuais ocorrências, além de um gerador.

A companhia reunirá 330 equipes de atendimento de emergência, mais operadores de sistemas e subestações, técnicos e engenheiros, número pode chegar a 1000 pessoas com acionamentos adicionais de outras frentes de trabalho.

Já a Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e parte do interior do estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul contará com a atenção e reforço das distribuidoras da Neoenergia, com os colaboradores técnicos e do call center disponíveis durante 24 horas até o final da apuração dos votos e divulgação oficial dos resultados.

Na falta de energia, será dada prioridade no restabelecimento para as escolas e demais locais de votação, além do atendimento especial já existente às unidades de saúde, bombeiros e polícia. Desligamentos programados serão evitados e haverá também acompanhamento das condições meteorológicas para medidas preventivas em caso de condições de tempo adversas.

No Maranhão, Pará, Piauí e Alagoas, a Equatorial afirmou que implantará uma unidade especial do centro de operações dentro das instalações dos TREs, priorizando o rápido restabelecimento do sistema em caso de falta de energia nos pontos mapeados pelos respectivos tribunais.

Em todos pontos estratégicos das equipes será utilizada tecnologia de última geração para acompanhar, em tempo real, todas as possíveis ocorrências do sistema elétrico até o final do período, em contato direto com os Centros de Operação de cada concessionária para prestar atendimento ágil em caso de necessidade.

Por sua vez a Light montou um esquema especial envolvendo cerca de 700 profissionais em atendimento e espalhados pelas zonas eleitorais do Rio de Janeira e outros 30 municípios fluminenses. A concessionária inspecionou preventivamente a rede e sinalizou ao TRE as adequações internas necessárias a serem realizados nos espaços de votação.

Nos dias da eleição, turmas extras de manutenção de linhas de transmissão e de subestações também estarão em regime de plantão e sobreaviso, assim como uma equipe de apoio operacional formada por gerentes e coordenadores de operação.