Aneel suspende operação comercial de UTE no Pernambuco

Unidades da térmica Santa Tereza (20,2 MW) passam por manutenção

A superintendência adjunta de fiscalização dos serviços de geração da Aneel publicou nessa terça-feira, 17 de novembro, o Despacho nº 3.243 no Diário Oficial da União, suspendendo a operação comercial das unidades geradoras UG1 a UG4 da termelétrica Santa Teresa, as quais somam 20,2 MW de potência instalada no município de Goiana (PE).

Segundo o Processo nº 48500.008109/2008-46, as unidades da UTE encontram-se em manutenção, não podendo representar recurso de geração ao SIN e ao processo industrial no próprio empreendimento a que é destinada, uma sociedade dividida entre o Grupo João Santos, Companhia Agro Industrial de Goiana e Itapessoca Agro Industrial, com a outorga em nome da Empresa Energética Santa Teresa Ltda.

A Agência de Regulação de Pernambuco (ARPE) realizou uma incursão na usina no ano passado, constatando baixo desempenho entre 2013 a 2018 e que a mesma não possui garantia física. De acordo com a agência, a empresa manifestou na ocasião expectativa de retorno da safra para o ciclo 2020-2021, não tendo a mesma respondido ao último ofício da Aneel sobre a suspensão das unidades, emitido em outubro.