BR Distribuidora adquire comercializadora Targus Energia

Compra vai fazer com que empresa ofereça mais soluções para clientes e entre no mercado de energia

A BR Distribuidora anúncio nesta quinta-feira, 26 de novembro, acordo para aquisição da comercializadora Targus Energia, passando a atuar na  comercialização de energia elétrica. De acordo com Rafa Grisolia, presidente da BR, dentro de suas competências, a BR quer entregar a energia que o cliente quer consumir, no momento e na forma como ele quiser. Segundo ele, agora também como comercializadora, a empresa dá mais um passo para oferecer mais soluções para os clientes.

Para a aquisição de participação na Targus Energia, a BR irá desembolsar R$ 62,1 milhões entre primária e secundária, ao longo dos próximos quatro anos e passa a ser a controladora da Targus com 70% das ações. A transação prevê ainda mecanismos de earn-out e opções de compra e venda dos 30% restantes.

O negócio ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, entre outras condições precedentes típicas neste tipo de transação.

A Targus iniciou sua operação com as atividades de compra e venda de energia no ambiente de contratação livre e expandiu para os segmentos de geração distribuída e gestão energética de consumidores e geradores no ACL. Fundada em 2017, a comercializadora possui cerca de 200 unidades consumidoras em sua carteira, tendo negociado 3,9 mil GWh em 2019, obtendo um faturamento próximo de R$ 900 milhões. Para Daniel Lima, sócio da Targus Energia, esse crescimento é fruto da pluralidade técnica da equipe e do comprometimento com a gestão dos processos, contando com especialistas em comercialização, gestão de consumidores, regulação e modelagem do setor elétrico. Segundo Lima, a parceria criará o veículo de crescimento da BR no segmento de energia com uma plataforma integrada de soluções energéticas para a sociedade.

A BR pretende absorver essa oportunidade a partir da utilização de sua extensa rede de clientes, capilaridade comercial e estrutura financeira, somados à expertise e capacidade de execução dos sócios da Targus, que permanecerão na operação. Para Thiago Natacci, sócio-fundador da Targus, a parceria fortalece e acelera os planos de ambas as companhias para os próximos anos e o objetivo será  a redução de custos e o aumento  a competitividade dos clientes.

Com o investimento, a BR contará com um portfólio adicional de produtos de energia. Além do mix já atualmente oferecido e da venda propriamente dita, a BR oferecerá serviços relacionados ao mercado livre, produtos de geração distribuída para consumidores menores e eventualmente produtos e serviços relacionados ao futuro mercado livre de gás. No mercado B2B, o portfólio da BR inclui aproximadamente 14 mil grandes clientes, em segmentos como aviação, transporte, produtos químicos e supply house, que poderão se beneficiar dessa nova empreitada.