Neoenergia obtém licença para iniciar operação no Mato Grosso do Sul

Trecho de 149 quilômetros de linhas de transmissão é o mais extenso do lote 4, adquirido pela companhia em 2017

Com uma antecipação de 20 meses em relação ao cronograma da Aneel, a Neoenergia obteve junto ao Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) a licença de operação para energizar o trecho de 149 quilômetros de linhas de transmissão com tensão em 230 kV entre as cidades de Rio Brilhante e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O projeto foi adquirido no leilão de 005/2016, realizado pelo órgão regulador em abril de 2017.

Além de 347 torres construídas, foram ampliadas as subestações Rio Brilhante e Campo Grande 2, no segundo trecho do projeto que visa reforçar o sistema elétrico do estado, auxiliando no intercâmbio de energia entre as regiões Sudeste/Centro-Oeste e Sul. Em julho, a companhia energizou a primeira etapa da LT, entre as subestações de Nova Porto Primavera (SP) e Rio Brilhante (MS), com 147 quilômetros de extensão e 327 torres, sendo duas construídas no rio Paraná.

O lote inclui mais cinco linhas em 230 kV em fases de licenciamento e implementação. Ao todo, a iniciativa engloba 611 quilômetros de extensão, além da construção de uma nova subestação em 230/138kV e ampliação de seis em 230kV, sendo quatro já concluídas.