Aneel estabelece custos anuais de EER e ESS para 2021

Valores são aplicados para distribuidoras com processo tarifário no primeiro quadrimestre de 2021

A Agência Nacional de Energia Elétrica estabeleceu nesta quarta-feira, 30 de dezembro, a previsão anual de custos de Encargo de Serviço de Sistema ao Encargo de Energia de Reserva para fins de cobertura tarifária das distribuidoras com processo tarifário no primeiro quadrimestre de 2021. De 12 concessionárias enquadradas, a Light (RJ) tem o maior valor de ESS, com R$ 19.199.216,83 , sendo seguida pela CPFL Paulista (SP), com R$ 17.750.369,80 e pela Enel RJ, com R$ 8.712.349,17. No EER, a Light também tem o maior valor, de R$ 213.447.416,36, com as CPFL Paulista em segundo com R$ 197.339.850,24 e a Coelba (BA) em terceiro, com R$167.904.315,95.