BNDES concede financiamento de R$ 2,1 bi para Equatorial

Montante será aplicado nas distribuidoras do Maranhão e do Pará para investimentos a serem realizados até 2023

A Equatorial Energia informou em comunicado ao mercado no último dia 31 de dezembro de 2020 que as suas distribuidoras no Maranhão e no Pará obtiveram aprovação do BNDES para financiamento dos seus planos de investimentos para os anos de 2021 a 2023. O montante soma R$ 2,1 bilhões.

Desse valor, a Equatorial Maranhão ficará com R$ 750,8 milhões e os demais R$ 1,4  bilhão à Equatorial Pará.  Ambas linhas têm carência até dezembro de 2023 e prazo total de 20 anos ao custo de IPCA + 4,08% ao ano, informou a empresa.

De acordo com o comunicado, o financiamento será usado na expansão do sistema de distribuição, no combate às perdas, na melhoria da qualidade do fornecimento, ampliação da base de clientes e aprimoramento da operação do sistema elétrico.