Fitch afirma rating da Aliança com perspectiva estável

Análise indica geração de caixa robusta apesar da crise hídrica e métricas de crédito fortes mesmo diante de maiores aportes destinados a parques eólicos

A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA(bra)’ da Aliança Geração de Energia e de sua segunda emissão de debêntures com garantia real e perspectiva estável. A análise baseia-se na “forte e diversificada” base de ativos e negócios da empresa, beneficiados por receitas fixas derivadas de contratos de venda de energia de longo prazo, margens elevadas e baixa necessidade de investimentos.

Segundo a Fitch, a avaliação resulta em fluxos de caixa operacional (CFFOs) resilientes e robustos, fluxos de caixa livre (FCFs) consistentemente positivos e alavancagem reduzida, salientando que ainda que a geradora esteja exposta a riscos regulatórios do setor elétrico brasileiro e à crise hídrica, estes não pressionam os ratings de forma consistente no momento.

Sendo assim, a agência indica que a perspectiva estável considera a expectativa de que a geração de caixa operacional da geradora permanecerá robusta, apesar das condições hidrológicas desfavoráveis, e que suas métricas de crédito continuarão fortes, mesmo diante de maiores investimentos em 2021 para o desenvolvimento dos projetos eólicos.