Aneel reduz multa da Energisa MT para R$ 1,9 milhão

Penalidade foi aplicada por problemas na apuração dos indicadores que medem as reclamações dos consumidores

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica reduziu de R$ 2,3 milhões para R$ 1,9 milhão o valor de multa aplicada à Energisa Mato Grosso por irregularidades relacionadas à apuração dos indicadores que medem a duração e a frequência das reclamações feitas por consumidores. Segundo a Aneel, a empresa foi autuada por classificação incorreta dos registros de atendimento e avaliação incorreta das reclamações.

A penalidade é resultante de fiscalização realizada em maio de 2019 pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Mato Grosso para verificar os procedimentos de apuração dos indicadores Duração Equivalente de Reclamação (DER) e Frequência Equivalente de Reclamação (FER), além da classificação dos registros de solicitação de informação, serviços, reclamações, sugestões e denúncias pela distribuidora.