Transmissão aumenta 6,2 mil km em 2020

País encerrou ano passado com uma rede de quase 161 mil km de extensão e 387 mil MVA em capacidade de transformação

A extensão do sistema de transmissão no país aumentou em 6.159,34 quilômetros. Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica esses novos ativos estão localizados em 15 estados. Foi registrada ainda a adição de 14.485,33 MVA em transformadores de subestações, instalados em 17 estados.

Os estados com maior quilometragem concluída de linhas de transmissão em 2020 foram, nessa ordem, Bahia (1.428,5 km), Pará (1.011 km) e Minas Gerais (842,5 km). Em potência ativa acumulada no ano, estão na dianteira São Paulo (3.607 MVA), Pará (2.350 MVA) e Minas Gerais (2.075 MVA).

No balanço apresentado pela agência reguladora, entre as maiores linhas que foram concluídas no ano passado estão o primeiro circuito da linha 500 kV Itatiba / Bateias SP/PR, com 414 km, interligando Itatiba/SP e Campo Largo/PR, e o primeiro circuito da linha 500 kV Poções III – Padre Paraíso 2, com 323 km, de Poções/BA a Padre Paraíso/MG.

Somente em dezembro, foi informada à agência a conclusão de 863,3 km de linhas e de 1.450 MVA em capacidade de transformação. A linha de transmissão com maior extensão concluída no mês foi o segundo circuito da linha 500 kV Igaporã III – Janaúba 3, entre os municípios de Caetité/BA, e Janaúba/MG, com 257 km. No último dia de 2020 o país somava 160.859,05 km de linhas de transmissão e 387.370,73 MVA de capacidade de transformação.