Celgpar vai debater privatização da Celg GT em assembleia dia 11

Estudo avaliou estatal em R$ 1,53 bilhão

A Celgpar, que controla a Celg GT, convocou Assembleia de Acionistas para o próximo dia 11 de fevereiro. Na pauta da reunião está a alienação de toda as ações da Celg GT de propriedade da Celgpar. A privatização da Celg GT é uma promessa desde o início da gestão do governador do estado, Ronaldo Caiado (DEM).

De acordo com  Celgpar, estudo feito pela Ceres Inteligência Financeira e Thoreos Consultoria fez uma avaliação consolidada em R$ 1,531 bilhão como valor da  Celg GT na data base de 30 de setembro de 2020. A Celg GT tem as UHEs Rochedo e São Domingos, além de participação nas usinas de Corumbá  III e Fazenda Velha. Na transmissão, ela participa de quatro Sociedades  de Propósito Específico. Na Lago Azul  Transmissão ela possui o controle acionário, com 50,1%. Na Pantanal Transmissão e Firminópolis Transmissão ela possui 49% em cada; enquanto na Vale do São Bartolomeu Transmissora de Energia a participação é de 10%.