Conta Bandeiras repassará R$ 88,4 milhões para distribuidoras credoras

Enel SP, Cemig-D, Light, CPFL Paulista, Copel D receberão os maiores aportes, enquanto lado devedor terá que arcar com R$ 21,3 mil

A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu em R$ 88,4 milhões o repasse às concessionárias de distribuição de energia elétrica credoras da Conta Bandeiras referente as operações de dezembro de 2020. Conforme o despacho nº 272, publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 3 de fevereiro, os valores serão repassados a 46 concessionárias até 8 de fevereiro.

Enel SP, Cemig-D, Light, CPFL Paulista e Copel D receberão os maiores montantes, com respectivamente, R$ 8,3 milhões, R$ 6,6 milhões, R$ 6,2 milhões, R$ 3,9 milhões, e R$ 3,2 milhões.

Por sua vez, os agentes devedores da Conta terão juntos que aportar, até 4 de fevereiro, pouco mais de R$ 21,3 mil. A Conta Bandeiras funciona como um fundo centralizador dos recursos recolhidos nas faturas dos consumidores de energia do mercado regulado em função do acionamento das bandeiras tarifarias nas cores amarela ou vermelha.