Emae investe R$ 15,5 milhões e troca rotores da UHE Henry Borden

Peças são de aço inoxidável e trarão mais confiabilidade e redução de inspeções

A Emae investiu R$ 15,5 milhões para a aquisição de quatro rotores de turbinas tipo Pelton para substituição de rotores com mais de 70 anos de operação. As novas peças são compatíveis com as unidades três a oito da seção externa da UHE Henry Borden, em Cubatão. Cada uma destas unidades utiliza dois rotores de turbina.

Quando em potência máxima, passam, em cada turbina, aproximadamente 6 mil litros de água por segundo. As duas turbinas instaladas em cada gerador resultam numa potência média de 65 MW, suficiente para alimentar uma cidade de 150 mil habitantes. Dois rotores serão instalados até julho deste ano e outros dois, no primeiro semestre de 2022. As peças são construídas em aço inoxidável e pesam cerca de 19 toneladas, com diâmetro aproximado de 3,3 metros.

Os novos equipamentos proporcionarão maior confiabilidade ao processo e redução significativa das horas de inspeção. Se com os antigos rotores eram necessárias inspeções a cada 750 horas de funcionamento, a partir de agora, a verificação será feita a cada 2.000 horas, otimizando os recursos de manutenção. Outro benefício é que o novo projeto hidráulico desses equipamentos promoverá um ganho de rendimento das turbinas de até 3%. Isso significa uma economia de um bem precioso que é a água.

O investimento na aquisição dos rotores faz parte do processo de modernização das usinas da Emae. Os recursos são da Gestão de Ativos de Geração Melhoria, remuneração disponibilizada pela agência reguladora, desde 2018, para investimentos em melhorias nas UHEs contratadas sob o regime de cotas.