Enel Green Power finaliza expansão de 133 MW solares no Piauí

Parque São Gonçalo ainda terá ampliação de 256 MW esse ano, chegando a 864 MW e representando a maior UFV em construção do Grupo Enel em todo mundo

A Enel Green Power Brasil Participações iniciou a operação comercial da expansão de 133 MW da usina solar São Gonçalo (475 MW – PI), que já se encontrava em funcionamento, representando a maior instalação fotovoltaica da América do Sul, segundo a subsidiária de energias renováveis do grupo Enel, e que irá receber ainda uma seção de 256 MW de capacidade adicional. A ampliação envolveu aporte de R$ 422 milhões.

“Apesar dos desafios impostos pelo cenário atual iniciamos recentemente a construção de 1,3 GW de capacidade renovável no Brasil, incluindo outra expansão do parque solar São Gonçalo”, afirma o CEO da Enel Green Power e Responsável pela linha de negócios Global Power Generation da Enel, Salvatore Bernabei.

A iniciativa deve ser finalizada ainda esse ano e irá elevar a potência total da planta para 864 MW, tornando-o o maior parque de geração de energia da Enel em construção em todo o mundo, num investimento estimado em R$ 735 milhões.

Todo o parque será composto por mais de 2,2 milhões de painéis solares bifaciais, sendo capaz de gerar mais de 2,2 TWh anuais, com um aumento esperado de até 18% na geração devido a nova tecnologia.

A produção da usina é apoiada por contratos de fornecimento negociados com clientes corporativos no mercado livre e também em acordos de 20 anos com um pool de empresas de distribuição que operam no mercado regulado do país.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio das controladas EGPB e Enel Brasil, possui uma capacidade instalada total de mais de 3,4 GW renováveis, dos quais 1.210 MW são eólicos, 979 MW solares e 1.269 MW hidroelétricos.