INB promove terceira campanha de testagem para Covid-19

Companhia reafirma contaminação abaixo da curva de infecção nacional

As Indústrias Nucleares do Brasil (INB) realizou a terceira campanha de testagem feita em todas as suas unidades, entre os meses de novembro e janeiro, e comprovou que os casos de covid-19 no efetivo da empresa continuam abaixo da curva de infecção do Brasil. A afirmativa é do médico do Trabalho da INB, lotado na Fábrica de Combustível Nuclear (FCN), em Resende/RJ, Aluízio Falcão, que tem feito juntamente com os médicos de outras unidades e da Gerência de Recursos Humanos estudos semanais para comparação dos dados da empresa com os nacionais e mundiais.

A companhia informou que o estudo é importante para orientar as ações que serão tomadas em relação aos protocolos de segurança que a empresa vem estabelecendo, como a determinação de manter parte do efetivo em home office. Nesta última campanha, foram identificados 42 casos positivos, num total de 1.330 testes realizados em todas as unidades. Os testes foram fundamentais para evitar a contaminação nas unidades e manter a segurança.

A INB ressaltou que desde a primeira campanha, foram realizados 5.122 testes em empregados e colaboradores da empresa, e que os cuidados não dão uma garantia de 100%, mas é possível considerar por volta de 75%, mantendo assim, os índices de contaminação abaixo do restante de país.