Cade aprova compra da Biosev pela Raízen

Decisão final só sairá após 15 dias sem recursos no tribunal do Cade

A Cosan informou em comunicado ao mercado nesta terça-feira, 2 de março, que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou a aquisição da Biosev pela Raizen, controlada pela Cosan. A decisão final só sairá em 15 dias da publicação da aprovação, sem que tenha havido recursos ou avocação pelo tribunal do Cade.

Em fevereiro, a Raízen assinou acordo comercial para integração dos ativos da Biosev, subsidiária brasileira da Louis Dreyfus Holding, que contempla nove unidades produtoras, representando uma capacidade instalada de moagem de até 32 milhões de toneladas de cana. A operação inclui também cogeração de energia, com capacidade de exportação de até 1,3 GWh de energia elétrica/ano, e uma área de 280 mil hectares de cana plantada.