Enel lança oferta para compra de ações Enel Americas

Negócio pode movimentar até 1,2 bilhão de euros caso a oferta seja integralmente atendida

A Enel anunciou que lançou uma oferta pública parcial voluntária para a aquisição de ações ordinárias e ADSs da Enel Américas. Esse processo está inserido na reorganização corporativa que visa integrar o negócio de energia renovável não convencional do Grupo Enel na América Central e do Sul, excluindo o Chile, na subsidiária Enel Américas. O volume máximo é de de 7.608.631.104, equivalentes a 10% do capital social em circulação da empresa.

Segundo comunicado da Enel, a oferta pública nos Estados Unidos prevê a compra das ações por 140 pesos chilenos. As ADSs serão adquiridas por 7.000 pesos chilenos por papel, pagos em dinheiro com a contraprestação em dólares americanos, com base na taxa de câmbio observada publicada pelo Banco Central do Chile para o dia útil anterior à data de liquidação dos Estados Unidos.

A oferta no Chile é cotada a um preço de 140 pesos chilenos por ação em dinheiro. O período da Oferta está definido para durar de 15 de março a 13 de abril de 2021.

E ainda, a oferta está condicionada à eficácia da incorporação da EGP Américas na Enel Américas, que está prevista para ocorrer em 1º de abril de 2021.

O desembolso máximo total, continua a Enel, presumindo-se que a oferta seja aceita na íntegra, é de aproximadamente 1,2 bilhão de euros e será financiado por meio de fluxos de caixa gerados internamente e capacidade de endividamento existente.