Furnas desenvolve projeto inédito a partir de sistema solar heliotérmico

Iniciativa faz parte de projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação que conta com R$ 7,5 milhões de investimentos

Furnas está desenvolvendo um estudo inédito no Brasil para geração de energia elétrica a partir de sistema solar heliotérmico. O projeto que faz parte de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação e está recebendo investimentos de R$ 7,5 milhões, está sendo desenvolvido no Centro Tecnológico de Engenharia Civil, em Aparecida de Goiânia, em Goiás.

O Objetivo do projeto é criar o primeiro coletor heliotérmico brasileiro, que permitirá a construção de uma usina termossolar para geração de 1 MW de energia elétrica, o suficiente para abastecer cerca de 1.000 residências. A energia termossolar funciona a partir de espelhos parabólicos que refletem a luz do sol e concentram-na num único ponto. O calor acumulado é usado para aquecer um fluido e o vapor movimenta as turbinas, acionando o gerador, que produzirá a energia elétrica.

De acordo com a equipe do Centro Tecnológico de Engenharia Civil de Furnas, neste primeiro momento estão desenvolvendo um coletor nacional para geração termossolar (SCE), do tipo Calha Cilindro-Parabólica. Com os testes, será possível verificar a viabilidade da implantação desse sistema em larga escala e comercialização para outras empresas do setor. Segundo a empresa, não existe no Brasil nenhuma estrutura desse tipo à venda ou instalada.

Furnas destacou que o estudo está sendo feito em parceria com a Eudora Energia e conta com a participação do Cepel. Os protótipos serão construídos entre maio e novembro de 2021 e a expectativa é que, já no início do ano que vem, comecem a fase de testes.