Siemens Energy vai usar apenas energia renovável em 2023

Companhia recebeu reconhecimento da iniciativa global Science Based Targets por seus compromissos em limitar o aquecimento global

A Siemens Energy anunciou que suas metas para redução de emissões de CO2 foram aprovadas pela renomada Science Based Targets (SBTi), uma iniciativa conjunta do Carbon Disclosure Project (CDP), Pacto Global da ONU, World Resources Institute (WRI) e World Wide Fund for Nature (WWF) que identifica e promove abordagens inovadoras para a fixação de compromissos significativos em limitar o aquecimento global na medida estipulada no Acordo de Paris e em bases científicas.

Segundo a Siemens Energy, o elemento chave do seu programa de sustentabilidade consiste na meta de se tornar neutra em emissões até 2030, tendo como objetivo fazer a transição de consumo próprio de eletricidade para 100% de energia verde até 2023, bem como investir em suas próprias operações.

Além disso, a empresa desativou suas usinas movidas a carvão no ano passado e até 2030 pretende reduzir em 27,5% os produtos na área de Gas and Power em comparação com 2019, considerando o seu ciclo de vida. Para obter o resultado, a ideia é seguir investindo na eficiência de seus equipamentos e mudar continuamente a produção sem utilizar hexafluoreto de enxofre (SF6).

A companhia também salientou que as metas de redução de emissões de sua controlada, a fabricante de aerogeradores Siemens Gamesa Renewable Energy (SGRE), também foram confirmadas pelo SBTi.