Atlas anuncia acordo de colaboração com a Hitachi ABB Power Grids

Parceria visa o desenvolvimento conjunto de sistemas de armazenamento por bateria em projetos de energia renovável

A Atlas Renewable Energy assinou um Acordo de Colaboração com a Hitachi ABB Power Grids, visando o desenvolvimento e execução em conjunto de Sistemas de Armazenamento de Energia por Bateria (BESS) em escala de concessionária de rede pública para projetos de energia renovável da empresa.

A parceria permitirá à Hitachi auxiliar no desenvolvimento das melhores soluções técnicas relativas ao BESS e sua interconexão durante o desenvolvimento de um novo projeto, sendo convidada a participar das licitações lançadas pela Atlas para o pacote de engenharia.

O principal objetivo é garantir que esses sistemas possam ser integrados com sucesso na concepção de novas iniciativas durante o estágio inicial de desenvolvimento, como um complemento para a usina, conforme as necessidades que cada ativo atenderá.

O Diretor de Inovação e Eficiência Operacional da Atlas Renewable Energy, Fabian Gonzalez, lembrou que as companhias atuaram juntas em 2020 na introdução da primeira subestação digital instalada em uma usina solar na América Latina, dando um passo adiante agora para garantir que todos os designs de novos projetos tenham o valor agregado de serem concebidos com a melhor solução de BESS e interconexão.

“Normalmente escolher e instalar um sistemas desses personalizado é um processo complexo e altamente técnico, mas se for formulado desde o início com planejamento e conduzido por especialistas em soluções integradas, seremos capazes de garantir um processo mais flexível, confiável e eficiente para a implementação da bateria para nossa frota de projetos”, comentou Gonzalez.

A ideia da companhia é fornecer uma solução ainda mais personalizada para os clientes com alto consumo energético, cujas necessidades podem ser diferentes e a intermitência das fontes renováveis ainda pode ser uma grande preocupação, agregando valores de confiabilidade e eficiência.

Já a Hitachi ABB Power Grids quer levar sua experiência em renováveis em escala de rede pública na América Latina e em sua própria pegada global com mais de 500 MW e 200 referências. “Ao olharmos para o futuro, prevemos mais necessidade de mais sistemas que suportem a suavização renovável e serviços de redes auxiliares”, disse o chefe de Grid Edge Solutions da empresa, Maxine Ghavi.