Celpe terá aumento tarifário de 8,99%

Uso dos recursos financeiros do empréstimo da Conta-Covid para aliviar a tarifa teve um impacto redutor de 8,27% na revisão

A Aneel finalizou a revisão das tarifas da Celpe (PE) aprovando um aumento médio de 8,99% a partir de quinta-feira, 29 de abril. O impacto médio a ser percebido pelos consumidores será de 11,89% na alta tensão e de 8,01% na baixa tensão. Os clientes residenciais da distribuidora terão um acréscimo na fatura mensal de 7,46%.

O resultado é semelhante ao de outros processos tarifários homologados pela agência reguladora na semana passada, após o anúncio de medidas para redução dos custos tarifários. No caso da Celpe, o uso dos recursos financeiros do empréstimo da Conta-Covid para aliviar a tarifa teve um impacto redutor de 8,27% na revisão.

A distribuidora pediu o diferimento de R$ 186,65 milhões, que serão reconhecidos como componente financeiro no reajuste de 2022. O efeito da retirada desse custo em 2021 reduziu a tarifa em 3,35%.

Também foram deduzidos 1,38% em custo de remuneração dos ativos de transmissão da Rede Básica do Sistema Existente (RBSE), cujos pagamentos foram reprogramados pela Aneel. A Celpe atende 3,8 milhões de unidades consumidoras em 185 municípios de Pernambuco.