Intertechne participa de projetos solares em Minas Gerais

Os projetos em Jaíba e Janaúba estão previstos para entrarem em operação em 2022

A Intertechne está sendo responsável por dois projetos solares em Minas Gerais. O projeto Sol do Cerrado, na cidade de Jaíba, terá capacidade acima de 1.675 MWp e está previsto para entrar em operação em 2022. O Cluster I, Sol do Cerrado foi totalmente adquirido pela Vale S.A e ajudará a empresa a cumprir a meta de 100% de autoprodução até 2025.

A Intertechne foi contratada pela Vale para a execução de serviços técnicos de engenharia voltados ao projeto de uma usina fotovoltaica que incluirá 17 subparques com capacidade total de 766 MW pico. A usina produzirá 193 MW médios de energia por ano para as operações da Vale. Em sua primeira fase, a planta deve gerar 1,7 GWh. Serão mais de 1,4 milhão de painéis solares e 5,5 milhões de metros de cabos.

Já o Complexo Solar de Janaúba, no Norte do Estado, será construído pela Andrade Gutierrez que foi contratada pela Elera Renováveis, unidade do grupo canadense Brookfield no Brasil, e terá 830 MW de capacidade instalada logo na primeira fase. O projeto teve início em janeiro e a expectativa é que a usina solar entre em operação no início de 2022. A Intertechne responderá pelo projeto executivo civil e elétrico da UFV.

Para a Intertechne, esse empreendimento irá reforçar ainda mais a capacidade técnica da empresa dentro da área de energias renováveis. E destacou ainda que a companhia está atuando em várias frentes, como projetistas, integradores de soluções energéticas e investidores em projetos de geração distribuída.