Petrobras vende por R$ 1,8 bilhão participação na NTS

Acionistas minoritários pediram AGE para recompor conselho de administração

A Petrobras aprovou a venda por R$ 1,8 bilhão de sua participação remanescente de 10% na Nova Transportadora do Sudeste S.A. para a Nova Infraestrutura Gasodutos Participações, empresa formada pelo Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações Multiestratégia, fundo de investimentos gerido pela Brookfield Brasil Asset Management Investimentos Ltda., e pela a Itaúsa S.A., atuais acionistas controladores da NTS. A assinatura do contrato de compra e venda e a conclusão da operação ocorrerão, de forma simultânea, nos próximos dias.

Considerando o desconto de dividendos, juros sobre capital próprio e restituição por meio de redução de capital recebidos pela Petrobras ao longo do ano de 2020 e de 2021 e os demais ajustes previstos no contrato em função da data-base, estima-se que a entrada de caixa seja de R$ 1,5 bilhão, a serem quitados integralmente na data de assinatura e conclusão da operação. Em comunicado, a Petrobras alegou que a operação está em linha com o Termo de Compromisso de Cessação assinado com o Cade em julho de 2019, para promoção de concorrência no setor de gás natural no Brasil, bem como à estratégia de à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da estatal.

A Petrobras também informou que recebeu de acionistas detentores de mais de 1% do capital social, pedido de convocação de Assembleia Geral Extraordinária para reconstituição do Conselho de Administração, devido a renúncia de Marcelo Gasparino anunciada no dia 16 de abril. A Petrobras está avaliando o pedido.