Levantamento da Enel SP mostra 472 colisões contra postes em 2020

São Paulo lidera ranking com 291 ocorrências em 2020. Já entre janeiro e março de 2021, foram 130 postes atingidos

Um levantamento feito pela Enel SP mostrou que é preciso promover ações de conscientização por um trânsito mais seguro. No último ano foram registradas 472 colisões contra postes da rede elétrica em toda a sua área de concessão, o que representa uma média de 1,3 batida em postes por dia.

Segundo a companhia, esse número representa queda de 5,5% em relação aos postes danificados por veículos em 2019, quando foram registrados 498 abalroamentos de postes de energia elétrica. O isolamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus, e a consequente redução do número de carros em circulação contribuíram para a diminuição no número de ocorrências em toda a área de concessão da distribuidora.

Já no ano de 2021, entre janeiro e março, a distribuidora registrou 130 ocorrências com postes em toda a sua área de concessão. Esse número representa um crescimento de 10,1% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram registrados 110 abalroamentos. De acordo com o levantamento da Enel SP, a capital paulista liderou o ranking de colisões contra postes em 2020, registrando 291 ocorrências. Em seguida, estão empatadas as cidades de São Bernardo do Campo e Santo André, região do Grande ABC, com 20 registros cada. Osasco, com 18 ocorrências e Mauá, com 16, completam a lista dos cinco municípios com o maior número de casos em 2020.

A concessionária destacou que o tempo de resolução para uma ocorrência relacionada à batida de poste é mais elevado porque, muitas vezes, a concessionária precisa reconstruir todo o trecho da rede elétrica danificada, substituindo os postes e os fios de energia. Conforme a gravidade do acidente, as equipes de campo da concessionária precisam também aguardar a conclusão do trabalho da perícia policial para iniciar a manutenção da rede.