Edital de plano crítico de Angra 3 deve ser aberto na próxima semana

Plano permite prosseguimento de obras em parte do canteiro

Mantendo o cronograma da usina de Angra 3 para novembro de 2026, a Eletrobras deverá lançar na próxima semana o edital para o Plano para Aceleração do Caminho Crítico da usina. O edital servirá para a Eletronuclear avançar com obras civis em uma parte do canteiro, enquanto o BNDES elabora a modelagem do estudo da nova tarifa e no edital do epecista. Essa etapa de obra é anterior a montagem eletromecânica.

De acordo com a diretora de relações com investidores da Eletrobras, Elvira Presta, o caminho crítico foi uma forma de não atrasar mais o andamento da obra, ficando preparada para a próxima fase. As obras estão com 65% de conclusão

A hidrologia ruim não deverá afetar tanto a empresa, já que a maioria do seu parque está no regime de cotas. Limp ressaltou que a pandemia afetou a execução dos investimentos da empresa, que ficaram abaixo do esperado. Com a descotização prevista na privatização, com o risco hidrológico passando para a geradora, a empresa deverá buscar mecanismos para mitigação, que deverão envolver investimentos em outras fontes.

A Eletrobras pretende chegar até o fim do ano com 49 SPEs. No momento não há nenhuma decisão sobre venda de participação em usinas estruturantes.