Isa Cteep obtém incentivos fiscais para reforço em subestação

Projeto na SE Ribeirão Preto custará mais de R$ 5 milhões sem os encargos previstos pelo Reidi

O projeto de reforço nas instalações da subestação Ribeirão Preto (SP), da Isa Cteep, obteve o enquadramento pelo Ministério de Minas e Energia junto ao Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), conforme decisão publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira, 17 de maio.

As obras envolvem a implantação de um módulo de entrada de linha em 138 kV visando a conexão da distribuidora local ao barramento, por meio da futura linha de distribuição Ribeirão Preto-Cravinhos, com previsão de término em setembro de 2022.

O Reidi prevê a isenção dos impostos PIS/PASEP e Cofins na aquisição de bens e serviços para empreendimentos de infraestrutura. Nesse caso, o investimento ficará em aproximadamente R$ 5,1 milhões à transmissora sem as taxas.