Volvo Cars não venderá mais carros à combustão no Brasil

País é um dos primeiros do mundo a ter toda a sua gama eletrificada

A Volvo Car Brasil anunciou na última terça-feira, 18 de maio, que não venderá mais carros à combustão no Brasil e só terá modelos híbridos e elétricos. A empresa sueca é a primeira montadora tradicional do Brasil que não irá mais oferecer automóveis 100% a gasolina ou a diesel no país.

Com a decisão, o Brasil passa a ser, junto da Noruega, uma das duas nações onde a fabricante decidiu abolir os carros 100% a combustão. “Agora nossa linha é 100% eletrificada, com todos os modelos com, ao menos, um motor elétrico”, disse João Oliveira, diretor-geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil.

Hoje a empresa detém 40% das vendas entre os modelos eletrificados vendidos no Brasil. “Se pegarmos somente os modelos híbridos plug-in, aqueles que podem ser carregados na tomada e abastecidos no posto de combustível, 7 a cada 10 carros comercializados no Brasil é um Volvo”, destaca Oliveira.

O objetivo é que até 2030 a Volvo seja totalmente elétrica. Já em 2025, a meta é que 50% das vendas globais sejam de carros totalmente elétricos, com o restante em híbridos.

“Esse é um movimento irreversível que estamos iniciando aqui no Brasil e se expandirá por toda a América Latina. Ainda neste ano, a Volvo no Uruguai também será totalmente eletrificada”, destaca Luis Rezende, presidente da Volvo Car Brasil e Head of Latin America Hub.

Infraestrutura e Eletropostos
A empresa informou que até o fim deste ano, serão mais de 1.000 eletropostos gratuitos instalados em todo o Brasil. Os pontos estão interligados ao Waze e Google Maps e podem ser utilizados por veículos de qualquer marca e modelo.

A transição da empresa para se tornar um fabricante de automóveis totalmente elétricos é parte do plano climático, que visa reduzir a pegada de carbono do ciclo de vida por carro por meio de ações concretas.