Aneel aumenta CVU das UTEs Araucária e Termopernambuco

Valores foram fixados respectivamente em R$ 706,35/MWh e R$ 190,32/MWh

A superintendência de regulação dos serviços de geração da Aneel decidiu conhecer e dar provimento parcial à solicitação da UEG Araucária, de modo a autorizar que o ONS, para fins de planejamento e programação da operação eletroenergética do SIN e a CCEE de junho de 2021 até 30 de abril de 2022, para fins de contabilização, nos dias 1º e 2 de maio de 2021, utilizem o Custo Variável Unitário – CVU da Usina Termelétrica – UTE Araucária, no valor de R$ 706,35/MWh.

Já entre 3 de maio de 2021 e 30 de abril de 2022, utilizem os valores de R$ 934,91/MWh com a inclusão dos custos fixos, cuja parcela é de R$ 228,56/MWh, conforme o despacho nº 1.493 publicado nesta quarta-feira, 26 de maio, no Diário Oficial da União.

Outra decisão foi com relação a usina Termopernambuco, autorizando a utilização do Custo Variável Unitário (CVU) de R$ 190,32/MWh, com o valor a ser aplicado pelo ONS a partir da primeira revisão do PMO após a publicação do despacho e determinando à CCEE a utilização do CVU indicado para fins de contabilização da geração verificada na UTE a partir do mês de abril de 2021.