Universalização no AM é prorrogada para 2022

Meta de atendimento é de 22.191 ligações em 58 municípios do estado

A revisão do plano de universalização rural da área de concessão da Amazonas Energia foi aprovada pela Aneel nesta terça-feira, 15 de junho. A proposta estabelece 2022 como o ano limite para o alcance das metas de atendimento das ligações previstas, por meio de redes convencionais.

Entre 2020 e 2022 estão previstas 22.191 ligações convencionais, com investimentos da ordem de R$ 477 milhões. Dos 62 municípios do estado, apenas quatro tem o acesso à energia universalizado.

A prorrogação do prazo vai permitir à distribuidora assinar novos contratos com o Programa Luz para Todos, de onde sairão os recursos para custear os investimentos necessários na rede de distribuição. O fornecimento de energia elétrica para quem reside em regiões remotas do estado será feito por meio do Programa Mais Luz para a Amazônia.