Âmbar compra UTE Uruguaiana e anuncia R$ 150 mi para GD solar

Negócio do Grupo J&F com a argentina Saesa retoma 640 MW ao SIN e empresa planeja projetos eólicos e usinas solares nos próximos 12 meses

A Âmbar Energia, do Grupo J&F, anunciou nesta quarta-feira, 16 de junho, a compra da Central Térmica Uruguaiana (CTU) no Rio Grande do Sul, afirmando que equipes técnicas já trabalham para que a usina entre em operação o mais rápido possível, retomando 640 MW ao Sistema Interligado Nacional (SIN) em meio ao período crítico de escassez hídrica no Brasil.

A térmica pertencia ao grupo argentino San Atanasio Energía (Saesa), especializado na comercialização de gás natural, e que havia adquirido o ativo da AES Corporation em setembro do ano passado.

“A retomada das operações da CTU fortalece a integração elétrica da América do Sul e o comércio regional de gás natural”, avalia o presidente da companhia, Marcelo Zanatta. O valor do negócio, realizado com capital próprio da Âmbar, não foi revelado.

Além da aquisição, a companhia está realizando outros investimentos em geração, sobretudo em energia solar e eólica, prevendo aplica R$ 150 milhões na construção de micro e mini usinas fotovoltaicas pelo país nos próximos 12 meses, num sistema de geração distribuída para atender demandas já contratadas por clientes. O potencial de geração da empresa soma 1,16 GW atualmente.

Operando em todo o ciclo energético, desde geração à comercialização, a Âmbar possui a Usina Termelétrica de Cuiabá, 645 quilômetros de gasodutos, duas linhas de transmissão, uma comercializadora e uma empresa de soluções em gestão e eficiência energética.