Shell e Gerdau anunciam joint venture para energia solar em MG

Termo de cooperação permitirá autoprodução em parque fotovoltaico de 190 MW no estado

A Shell Brasil e a Gerdau assinaram um termo de cooperação para o desenvolvimento de um parque fotovoltaico no município de Brasilândia de Minas, norte de Minas Gerais. O termo estabelece as premissas para a discussão e constituição de uma joint venture.

Com capacidade instalada de 190 MW, o parque Aquarii fornecerá parte da energia limpa para as unidades de produção de aço da Gerdau e outra para ser comercializada no mercado livre através da comercializadora de energia da Shell, a partir de 2024.

A joint venture, que terá participação igualitária das duas empresas, faz parte da estratégia de transição energética e descarbonização de ambas corporações. Aquarii também venderá energia para consumidores livres, ajudando a aumentar o parque gerador de Minas e contribuindo para a segurança energética da região com mais energia renovável.

Este é o primeiro projeto da Shell em energia solar no Brasil, um marco que diversifica ainda mais a atuação da companhia no país, que há três anos decidiu desenvolver projetos envolvendo a fonte, que na área de energia se somam aos investimentos na sua comercializadora e na termelétrica Marlim Azul.