Itaipu investe R$ 26,6 milhões em escolas estaduais do Paraná

Convênios com a Secretaria de Estado da Educação beneficiam cerca de 12 mil pessoas, em seis cidades

A Itaipu Binacional está investindo um total de R$ 26,6 milhões em iniciativas que beneficiarão cerca de 12 mil pessoas, entre professores e estudantes das escolas estaduais do Paraná.

Ao todo, serão contempladas 15 escolas dos núcleos regionais de Foz do Iguaçu, Cascavel e Toledo. São quatro escolas cívico-militares e outras 11 de ensino profissionalizante. Os convênios foram celebrados com a Secretaria de Estado da Educação (SEED) e a iniciativa está alinhada à missão de Itaipu, que prevê o estímulo ao desenvolvimento regional sustentável.

De acordo com a estatal, os recursos serão aplicados em reformas de infraestruturas, capacitação de profissionais, aquisição de equipamentos, mobiliário e material didático. A Fundepar – Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional é a autarquia responsável pela execução das obras, que devem ser concluídas até dezembro de 2023.

Para o ensino profissionalizante está prevista a elaboração de três planos para novos cursos. São eles: Técnico em Agronegócio, Técnico em Desenvolvimento de Sistemas e Técnico em Agendamento de Viagens. Dos colégios militares incluídos no projeto, dois ficam em Cascavel (Colégio Estadual Cataratas e Colégio Estadual Professora Júlia Wanderley), um em Rolândia (Colégio Professor José Alexandre Chiarelli) e outro em Foz do Iguaçu (Colégio Cívico Militar Tancredo Neves). Nesses prédios, as obras atenderão às diretrizes do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares, incluindo adequações de acessibilidade.

Na semana passada, representantes da Diretoria de Coordenação da Itaipu e da Fundepar se reuniram para alinhar detalhes acerca da execução das obras nas 15 escolas. Participaram da reunião o diretor presidente da Fundepar, Marcelo Bueno, a equipe técnica de engenheiros responsáveis pelo Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu e o major Marcos Aparecido de Souza, gestor militar do Colégio Mitre de Foz do Iguaçu. Pela Itaipu, estiveram presentes a gerente da Divisão de Educação Ambiental, Leila Alberton, e o gestor do convênio, Gilmar Secco.