Eletronorte aprova repactuação de dívida de R$ 808, 7 milhões da AmE

Dívida é referente às faturas de Operação e Manutenção e Potência dos contratos dos PIEs em Manaus

A Eletrobras informou em comunicado ao mercado que a Eletronorte aprovou confissão de dívida com a Amazonas Energia, para repactuação da dívida da AmE junto à Eletronorte, referente às faturas de Operação e Manutenção e Potência dos contratos dos Produtores Independentes de Energia, localizados em Manaus, vencidos entre novembro de 2020 a julho de 2021. O valor pactuado é de R$ 808.750.067,72

De acordo com o comunicado, a condições da pactuação são: carência de doze meses de juros e principal encerrando em 30 de junho de 2022, prazo de amortização de 60 meses, taxa de CDI +2,75% ao ano, com vinculação, em garantia, de recebimento de créditos estimados de Sobrecontratação e Mercado de Curto Prazo nos montantes de aproximadamente R$ 73 milhões e R$ 80 milhões, respectivamente, que vierem a ser recebido pela AmE.

Esse é o quarto Instrumento de confissão de dívida com a AmE. Os três primeiros já haviam sido pactuados pela Amazonas GT, que foi incorporada pela Eletronorte, correspondendo a um total de R$ 2,31 bilhões. Até o dia 13 de julho, o valor recebido era de R$ 388,4 milhões, restando um saldo de R$ 1,92 bilhão a receber.