Fitch Ratings atribui classificação AAA(bra) à debêntures da Echoenergia

Papéis do projeto Ventos de São Clemente foram avaliados com Perspectiva Estável pela agência

A agência Fitch Ratings classificou a primeira e a segunda emissões de debêntures do projeto Ventos de São Clemente, da Echoenergia, como ‘AAA(bra)’. Os papéis foram avaliados com Perspectiva Estável. Localizado no sertão pernambucano, Ventos de São Clemente teve a primeira emissão das debêntures em abril de 2017, no valor total de 180 milhões de reais, com vencimento em 2030, e a segunda emissão foi em abril de 2020, no valor total de 20 milhões de reais, com vencimento em 2029.

Os títulos têm como bancos coordenadores o Santander (líder), o BNP Paribas e o Haitong. Além disso, dispõem da garantia do próprio projeto e reserva especial – buffer de capital para liquidação dos ressarcimentos anuais – com saldo de 60 milhões de reais.

Entre os drivers que sustentam o rating destacam-se as métricas de crédito do projeto, seu status operacional, bem como estudos de ventos atualizados e certificados. O projeto Ventos de São Clemente possui parques eólicos localizados nos municípios de Caetés, Capoeiras, Pedra e Venturosa, em Pernambuco, e totalizam 216,1 MW de capacidade instalada. O complexo tem a energia comercializada em Leilões de Energia Nova (LEN), quando foram assinados PPAs de 20 anos com 28 off-takers.