Light aprova venda de participações em PCHs para Brasal Energia

Transação envolvendo PCH Paracambi e Guanhães Energia faz parte do plano de desinvestimentos de ativos non-core da empresa

A Light informou em comunicado ao mercado na última quarta-feira, 28 de julho, que o Conselho de Administração da empresa aprovou a venda para a Brasal Energia da participação total de 51% que a Lightger, que opera a PCH Paracambi (RJ – 25 MW), por R$108.511.540,60. Também foi aprovado a venda da totalidade dos 51% que a Light possui na Guanhães Energia, que opera as PCHs mineiras Senhora do Porto (12 MW), Dores de Guanhães (14 MW), Fortuna II ( 9MW) e Jacaré (9 MW), pelo valor de R$97.904.140,40. De acordo com a Light, a venda representa mais uma etapa do plano de desinvestimentos de ativos non-core da empresa.

A venda prevê que a finalização da transação está sujeita à aprovação de órgãos de controle e regulação, assim como da eventual possibilidade que a Cemig GT, dona dos 49% restantes na Lightger e Guanhães, exerça os direitos de venda conjunta ou de preferência. De acordo com a Light, a venda das duas participações deverá ser feita de forma conjunta, como uma única operação.