Petrobras deixa Gaspetro ao assinar acordo com a Compass

Estatal deixará a atividade de transporte de gás onde tem 51% das ações da empresa pelo valor de R$ 2 bilhões

A Petrobras e a Compass chegaram a um acordo para a saída da estatal na Gaspetro. A empresa venderá a totalidade de sua participação (51%) por R$ 2,03 bilhões, a ser pago em seu fechamento, sujeito aos ajustes previstos no contrato. Entre eles, a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Além disso, até o fechamento a Petrobras observará as disposições constantes dos acordos de acionistas da Gaspetro e das distribuidoras de gás natural, inclusive quanto aos direitos de preferência.

Essa medida, explica a empresa, segue as normas internas da Petrobras e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.E ainda, está alinhada com o Termo de Compromisso de Cessação (TCC) assinado com o CADE, em julho de 2019, para promoção de concorrência no setor de gás natural no Brasil.

A Gaspetro é uma holding com participação societária em 19 companhias distribuidoras de gás natural, localizadas em todas as regiões do Brasil. Suas redes de distribuição somam aproximadamente 10 mil km, atendendo a mais de 500 mil clientes, com volume distribuído de cerca de 29 milhões m³/dia.

Segundo a Compass Gás e Energia, sua subsidiária de comercialização está com foco na venda de gás e energia para clientes finais, tendo, no entanto, reduzido substancialmente a atividade de trading direcional de energia elétrica.  E ainda, que “segue executando seu plano de negócios e investimentos, com foco no desenvolvimento do setor de gás e energia no país, reforçando sua responsabilidade com a diversificação, evolução e segurança da matriz energética brasileira”.

Além disso, nos planos da empresa foi recentemente anunciado um aumento de capital via subscrição de novas ações e que  avalia continuamente alternativas de financiamento para seus projetos, incluindo a já divulgada possível listagem  por meio de uma oferta pública inicial de ações.