Zeg Ambiental desenvolve tecnologia para reciclar e recuperar energia do lixo

Projeto batizado de FlashBox é capaz de gerar de 1 até 2 MW de energia por tonelada de resíduo processado

A Zeg Ambiental desenvolveu uma tecnologia capaz de reciclar e recuperar energia do lixo urbano e industrial. Batizada de FlashBox, ela é capaz de gerar de 1 até 2 MW de energia por tonelada de resíduo processado.

Através de uma pesquisa informal, desenvolvida pela própria companhia, foi possível verificar que os países com o maior número de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) são os maiores recuperadores de energia de resíduos, esses mesmos países ainda são os com as maiores taxas de reciclagem de resíduos. No Brasil 96% dos 5.700 municípios estão abaixo de 100.000 habitantes e são cidades que geram até 100 toneladas por dia de resíduos sólidos urbanos (lixo) e isso não oferece uma escala técnica e econômica para os chamados projetos de WTE – grandes usinas geradoras de energia através do lixo urbano. Nesse universo, o Brasil mantém mais de 3.000 lixões abertos sem qualquer cuidado ambiental.

Diante deste cenário, a Zeg Ambiental decidiu desenvolver sua própria tecnologia, um reator de gaseificação anaeróbico instalado dentro de um container de 40 pés (comum de navios) com um núcleo superaquecido acima de 1000 graus – temperatura equivalente ao magma vulcânico. O equipamento realiza em segundos o que a natureza demoraria milhões de anos, transformar matéria orgânica em combustível (gás, óleo e carvão). Trata-se de uma solução completa e eficiente ao meio ambiente para alcançar a conversão de resíduos em energia limpa.

O processo funciona da seguinte forma: o projeto dos reatores FlashBox são implantados depois de passarem por uma licitação nos municípios interessados ou através de uma Parceria Público Privada (PPP). Vencendo essa etapa, o projeto é implantado com a cobrança de uma taxa sobre o lixo, sempre menor que o município paga atualmente. A implantação demora de 8 até 12 meses e os contratos podem variar entre 20 e 30 anos.