Tarifas da Equatorial PA terão aumento médio de 9,01%

Novos valores entrarão em vigor neste sábado, 7 de agosto

A Equatorial Pará foi autorizada a aplicar aumento médio de 9,01% nas tarifas de seus consumidores, com efeito médio de 10,28% para os de alta tensão e de 8,68% para os conectados em baixa tensão. O reajuste anual da distribuidora paraense foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta sexta-feira, 6 de agosto, e será aplicado no próximo sábado, 7.

Os custos de distribuição, com 13,86%, e os encargos setoriais, com 4,54%, foram os itens que pesaram no reajuste da empresa. O aumento foi amortecido, no entanto pela retirada de custos financeiros que estavam na tarifa dos últimos 12 meses (1,79%) e de outros financeiros (9,82%) que entrariam no reajuste atual.

Foram usados, por exemplo, R$ 623,5 milhões em créditos decorrentes da exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Pasep e da Cofins no abatimento da tarifa. Uma parcela de R$ 368 milhões já foi repassada ao consumidor, e os R$ 255,5 milhões restantes deverão ser creditados até fevereiro de 2022. Além disso, foi feita a reversão para o consumidor de outros créditos, como, por exemplo, daqueles relacionados ao empréstimo da Conta Covid, que tiveram impacto redutor de 4,29%.

A distribuidora atende cerca de 2,77 milhões de unidades consumidoras no estado do Pará e tem faturamento anual da ordem de R$ 5,36 bilhões.